São Paulo é a capital com o maior sistema de transporte do país – um dos maiores do mundo – e quem o utiliza todos os dias sabe que a quantidade de problemas é proporcional ao seu tamanho. A recente licitação para operar os ônibus que servem todas as linhas da capital pelos próximos 20 anos bate R$ 70 bilhões. Praticamente não houve concorrência. Foram somente 33 empresas interessadas na disputa de 32 lotes, e o subsídio que a Prefeitura paga todos os anos para manter a passagem nos atuais R$ 4,30 passa de R$ 3 bilhões. Mas por que o sistema é tão caro e ineficiente, com esperas longas, ônibus superlotados em alguns trechos e subutilizados em outros?

A inovação tecnológica pode e deve contribuir para melhorar o sistema, eliminar desperdícios e prevenir desvios. A Cidade Vida, incubadora de projetos sociais, o Eureka Coworking e o vereador Police Neto promovem a terceira edição do Hack in Sampa, maratona de desenvolvimento de plataformas tecnológicas para encarar esses desafios, apostando na criatividade, inovação e tecnologia para compreender e enfrentar as falhas do sistema. Programadores, jornalistas, desenvolvedores, empreendedores, economistas e administradores, entre outros, estão convidados a criar soluções durante cerca de 40 horas, nos dias 8 e 9 de junho. As melhores propostas serão premiadas.

A preparação para a maratona começa nesta quinta, 23/05, com um Meet Up no Eureka Rooftop Avenida Paulista. No encontro, serão divulgados o regulamento da maratona e a premiação. O vereador Police e Luiz Néspoli, da ANTP, vão apresentar os meandros do sistema de ônibus da capital e os principais bancos de dados. Além disso, vencedores das últimas edições do Hack in Sampa falam de suas experiências e dão dicas de como se dar bem no hackathon.

A inscrição é gratuita. Participe!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar